Minha Frase preferida desde o mes de julho de 2013


"A felicidade de um amigo deleita-nos. Enriquece-nos. Não nos tira nada. Caso a amizade sofra com isso, é porque (ela a amizade) não existe." Jean Cocteau

Seres Espelhados Espalhando Sonhos e Delírios como eu

Translate

sexta-feira, 4 de maio de 2012

DÓI PRA DANÁ, MAS É GOSTOSO.

      Esse negócio da mulher dizer que entre quatro paredes vale tudo é balela. Um grande número das que eu conheço faz pose, se diz entendida no assunto e que na horizontal ninguém é mais perfeita. Partindo desta premissa, o parceiro escolhido a leva pra cama,  pratica com ela todas as preliminares conhecidas e inventadas. Só depois se entregam a novas posição, como bico de telha, frango assado, cachorrinho e outras como um papai mamãe nada complicado. Depois tenta virá-la de costas enquanto beijos no cangote e no lóbulo perfumado da orelha são distribuídos culminando com a penetração da língua em seu ouvido.  Distraída com o fungar no seu pescoço, nem percebe que o membro dele força entrada em sua bunda, enquanto ela se esquiva e foge deixando o cara sem rumo e direção. Antes que ele volte à razão, ela pede o resto do vinho que ficou na taça. Bebe, e meio que sem graça, muda de conversas, veste a roupa e vai embora.
Vai para encontrar com seus amigos blogueiros com quem falará de suas experiências sexuais e na maior cara de pau afirmará que, entre quatro paredes, vale tudo. Até o que não vale, vale.
- Esta deve ser a terceira vez que eu comento sobre este assunto, de maneira diferente, é claro.
Corro até riscos de ser apedrejado por estas exceções que fazem do mundo sexual feminino a incógnita que nós, homens de bom gosto e viris, tentamos, com muito papo e muito jeito, resolver de uma vez.
silvioafonso



30/04/1200:01

23 comentários:

  1. Se vale o ditado que "entre quatro paredes vale tudo", vale também dizer que o que se passa entre essas quatro paredes é somente do interesse de quem está entre elas. É de mau gosto esse tagarelar da vida intima, essa mania que as mulheres (e homens)tem de revelar suas intimidades aos quatro ventos e ainda fazer uso da famosa "gabação"
    Bjks doces

    ResponderExcluir
  2. POis eu lhe afirmo que nem todas são assim, depois de um fungado no cangote, nossa...vale tudo mesmo!
    E não é balela, viu?

    rsrsrss

    Auxiliadora

    ResponderExcluir
  3. Voce pode sempre ser especifico: E ai, hoje a noite, quando a gente transar, vai rolar bunda??? kkkk

    Desculpe, nao resisti.

    Conheco mulheres que so liberam "tudo" no aniversario do parceiro. Vc pode mentir que e o seu.

    ResponderExcluir
  4. silvioafonso,
    silvioafonso que assunto
    ma
    ra
    vo
    ho
    so!
    Por isso ontem a cara
    de gato Frajola dia todo!
    Bem que falei à mesa em família:
    esse menino esta aprontando!
    Viu
    aprontou, e que bom que aprontou
    brindando o Espelhando com esse texto PRESENTE, pois voce tem dia IMPORTANTE
    e nós seus leitores que saimos ganhando presente.
    Porque escrever,
    quem quer escrever, ESCREVE,
    mas com essa categoria sobre
    todo e qualquer assunto
    ai sim
    é o segredo!
    Não fugi de comentar sobre o texto,
    vou viajar com meu marido os 500km de volta a Pasargada
    e a noite comento com
    a calma que o assunto merece. Se prepare TA. Bj Amo vocês tres e que bom que somos cinco.

    ResponderExcluir
  5. Penso que sexo há que ser verdadeiro entre quatro paredes, mas bem sabemos que há mulheres e Mulheres como há homens e Homens.
    Belo texto! Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Isso só confirma a minha teoria de que todo bom tatu sente vontade, um dia, de experimentar outros buracos.
    Segundo a minha pesquisa, 80% das mulheres não (se) permitem (a) essa nova aventura. Mas a vontade dos homens já extrapola, a essa altura. Então eles procuram meninos como eu... Eu sinceramente não me vanglorio disso, me sinto triste porque acabo interferindo na vida sexual de um casal, mas se o cara vale a pena, também não serei tolo de lhe recusar...
    Agora veja só até onde seu texto me levou, amigo Silvio. Entrei na lona com você para que possamos levar as pedradas reservadas à Maria Madalena.

    ResponderExcluir
  7. .


    Meu caro Rodrigo. Eu não imagi-
    nava que um simples comentário
    sobre a preferência sexual de
    um casal, misto, fosse dar no
    que deu.
    Marly, por favor, releia o tex-
    to.
    Inaie, eu sei que o ritmo é
    alucinante, mas eu só canto, não
    danço.
    Só pra você, que bom que você
    também entrou na dança.
    Reflexo, seu ritmo me deixa
    tonto.

    Beijos a todos,

    silvioafonso




    .

    ResponderExcluir
  8. rsrsrsrs desculpe ter deixado você sem palavras, eu não estava me referindo ao seu texto quando falei desse mau gosto em se falar da vida íntima, mas da própria pessoa que se dá a intimidade.
    Diga-me, não é feio uma pessoa soprar aos quatro ventos sua intimidade? Creio que cada um sabe o que faz com sua bunda. Se os parceiros curtem o sexo anal, creio que é super válido tudo que dá prazer. Se ela não curte, paciência, tem outras formas de prazer tão legais quanto esse, pois fazer por fazer sem sentir prazer também é osso né?
    O que eu sou contra é ver por ai, nessa net de meu deus, esses comentários tal qual você citou e ainda por cima só pra se dizer "a boa de cama, a super tesuda". Pra mim dar bunda ou não, não prova afinidade sexual, é só mais uma maneira de praticar o sexo... Um dia uma pessoa me perguntou pra que bunda grande se nao era pra dar. Ué... Bunda não é pra sentar?? (no banco, como função original) rsrsrsrs
    Enfim, eu penso que quem muito fala, pouco faz! Como você disse, é muito blá, blá, blá pra poucas viradas.
    Bjks doces

    ResponderExcluir
  9. silvioafonso
    e Cia,
    Eu Catiaho Reflexo,
    vou comentar como prometido,
    mas só nesse feriado.
    Agora, ja em Pasargada
    depois de queimar o pé, vou
    para a noite
    que mereço.
    Boa noite para todos.Bjins

    ResponderExcluir
  10. Dentro de quatro paredes vale tudo sim...desde que seja de comum acordo...se agrada aos dois...porque não? O mais legal é dar e receber prazer, não pode haver o egoísmo...tem que se pensar no outro,isso é importante, se os dois pensarem assim tudo fica mais fácil, o ideal mesmo é conversar de forma aberta, assim pode se evitar qualquer mal estar na hora do vamos ver, porque sexo anal não é uma unanimidade entre as mulheres, pelo contrário, é uma preferência masculina e ainda existe toda uma fantasia neste sentido...
    Já o blá, blá como citou nossa amiga acima, apesar de fazer parte da cultura machista...acho que está mais ligado a auto afirmação de cada um, por isso a falação rola sobre uma coisa que deveria ficar entre quatro paredes, tanto por parte dos homens como das mulheres também... o que não quer dizer que não podemos debater como esta sendo feito aqui...uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa...rs
    Mas sexo bom mesmo é aquele compartilhado com muito carinho e amor...tem que haver cumplicidade...troca...entendimento...e muita energia...rs...valeu...um abraço a todos

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia de feriado pra nós!
    Como combinado aqui estou pro comentário sobre a matéria.
    Se há algo na vida que não tem manual e nem adianta alguem em dizer que tem que não tem; essa coisa maravilhosa que ganhou o nome de SEXO não tem manual, graças Deus!
    Para comentar o texto vou usar duas palavras chave:
    Concessão e Entrega.

    CONCESSÃO:Quem nesse momento maravilhoso que adoro CONCEDE, esse faz favor e doi mesmo e muito, porque é so pra não perder o tal do outro. Doi não só no fisico, mas no orgulho porque esta ferindo seus principios em favor do prazer do outro.
    ENTREGA: Mas quem se permite a ENTREGA, esse
    Dá-se inteiramente e tem retorno
    e sem reserva acontece a ENTREGA e ai é so festa, estrelas, alegria e
    gozo para ambos.
    O título do post esta perfeito e é ele que causa o choquem em quem vem
    ler e quem vem armado cai na armadilha de seu metaforear.
    concessão
    (latim concessio, -onis)
    s. f.
    Acto ou efeito de conceder.
    Cessão do que se pode recusar.
    Autorização, licença.
    Privilégio autorizado pelo Governo para uma exploração.
    Favor, mercê.

    Entregar-se
    Pôr em poder de
    Dar posse de.
    Confiar.
    Render-se.
    Dar-se inteiramente a.
    Deixar-se dominar por.
    Confiar-se.
    Tomar posse de; tomar conta de.

    Adoro quando assuntos TABUS são trazidos à tona, não pra que se abra mãos de valores, não pra se faça sexo assim ou assado. Mas para que se DEBATENDO todos possam pensar mais a respeito e possa se entender e buscar entender o próprio corpo.
    Realmente ha muito bla bla bla como voce diz silvioaofonso, muita liberação apenas VERBAL.
    Muita vulgarização do assunto ao redor do SEXO.
    Vou repetir aqui o que o querido poeta e filosofo Pires de Melo, la do Sul, em uma de nossas conversas sobre poesia,wisk e sexo; me disse uma vez:
    A mulher leva algum tempo para liberar a fêmea que já nasceu sendo. Quando há amor, vale a à pena esperar o momento em que ela
    ao invés de tentar FAZER UMA CONCESSÃO ela se ENTREGARÁ POR INTEIRO. Isso pode demorar, mas quando acontece é LINDO e PERFEITO.

    Pena que muitos apressados
    e destroem até relacionamentos promissores por puro egoismo e muita pressa.
    Há o ditado Quem por pressa come CRU passa MAL.

    Mas adianto que esse assunto não para aqui, silvioafonso, vamos levar la pro blog dos homens e para o das Mulheres,
    porque eu tambem ando cansada de ler tanta bobagem sobre a liberdade sexual dos outros nessa blogsfera, vou aproveitar seu gancho OPS, desculpe, vou aproveitar o GANCHO DE SEU MARAVILHOSO TEXTO, para levar o debate adiante á partir de sexta feira.
    silvioafonso: Se alguem se zangar com meu comentário,especialmente do sexo feminino: aviso que foi meu lado masculino que comentou, esta bem? rsrs

    Bom dia aeee !
    Feriado entre sonhos e delírios e sugiro hoje a musica do Alexandre Nero: Domingos http://www.youtube.com/watch?v=GzfTzOkvbNE

    http://youtu.be/-jIIqvAFajs

    ResponderExcluir
  13. SILVIO,

    Na minha opinião o blog é seu, em primeiro lugar...
    Em segundo lugar você escreve o que você quiser nele...desde que não coloque nomes e isso você não fez...
    Em terceiro lugar , quem não gostou do texto, não deixe comentário... saia de fininho à lá francesa....rs... e depois volte em outro post...
    Entre casais, é super normal acontecer coisas, e ninguém tem o direito de recriminar...
    Por que todas as pessoas tem fantasias e quando elas são lidas, se tornam vergonhosas????

    Para mim, isso se chama "falso pudor "porque quando se ama de verdade, você além de entregar-se de corpo, entrega-se também a alma....e na entrga total de seu corpo....você dá o que quer e o que seu coração pede....

    Carapuças??? Prá que???

    Somos adultos...

    Leia se quiser, não é?

    Beijos

    Lisa

    ResponderExcluir
  14. Estou rindo. Está bunda deu o que falar, hein!
    Deixo aqui o poema de Carlos Drummond:

    A Bunda, que Engraçada

    A bunda, que engraçada.
    Está sempre sorrindo, nunca é trágica
    Não lhe importa o que vai
    pela frente do corpo. A bunda basta-se.
    Existe algo mais? Talvez os seios.
    Ora - murmura a bunda - esses garotos
    ainda lhes falta muito que estudar.
    A bunda são duas luas gêmeas
    em rotundo meneio. Anda por si
    na cadência mimosa, no milagre
    de ser duas em uma, plenamente.
    A bunda se diverte
    por conta própria. E ama.
    Na cama agita-se. Montanhas
    avolumam-se, descem. Ondas batendo
    numa praia infinita.
    Lá vai sorrindo a bunda. Vai feliz
    na carícia de ser e balançar.
    Esferas harmoniosas sobre o caos.
    A bunda é a bunda,
    redunda


    Não vamos, aqui, ficar falando dela.
    Vamos tê-la como sobremesa.

    ResponderExcluir
  15. Eu já nem sei o que é verdade e nem o que é mentira.

    Conheci muitas mulheres que gostavam de muitas coisas, menos de dar a bunda. É isso mesmo, dar a bunda! Esse negócio de rebuscar a transa com palavras pudicas é uma bosta!

    Conheci outras que adoram dar a dita cuja e fazem com maestria.

    Na verdade eu prefiro o sexo bem puto, com mulher de alma de puta. Não falo em prostituição e sim, de transgressão absoluta! Mulheres dessa maneira são estupendas.

    O ruim é dizer que quer, que faz, que adora e depois fica com subterfúgios e afirmação de que não esta a fim "aquele dia", quem sabe em outro, talvez mais à frente....e vai empurrando até cansar. Isso me desgosta.

    Não sou um amante em nível classe A e nem superdotado eu sou, todavia, faço bem direitinho quando topo com uma parceira alucinada! Se alguém quiser pau gigantesco, suba numa palmeira, hahaha!

    E sou aberto com à amante curiosa, devassa, ativa ao que ela desejar.
    Tenho 54 anos de idade e não me escondo da "briga". Sexo para mim é totalidade, se for pra ser com regras vou para um campo de futebol assistir a uma partida.

    Visitem meus blogs:
    A BORDO/ abordagenseimpressoes.tumbrl.com

    ABORDAGENS E IMPRESSÔES
    http://abordagenseimpressoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. O senhor Guaravita tem razão. A gente já não sabe o que é certo nem o que é errado; por exemplo; o jovem Rodrigo se põe na vitrine dando ou vendendo o principal órgão do seu corpo.
    O mestre Guaravita se diz mau dotado. Algumas mulheres afirmam que o órgão do corpo, enquanto vivo, não se dá ou se vende desde que se tenha somente um, enquanto outras saem no tapa oferecendo o seu.
    Assim não dá para se discutir tão "relevante assunto".

    Luiz Vaz de Camões.

    ResponderExcluir
  17. Vejo que além de ser anônimo (se esconde atrás de um espectro) a tal criatura é desrespeitosa.
    Primeiro, Sou Guará e não Guaravita. Se esconder atrás de máscara para tripudiar sobre outros é aviltante;

    Segundo, a análise feita pelo "fantasma" é óbvia, igual a "picolé de chuchu";

    Terceiro, a opinião é minha e estamos conversados.

    Me incomoda a falta de respeito virtual, mas que a real. Pois jogr pedras e esconder as mão não é uma cosa lá muito correta.

    ResponderExcluir
  18. Do que faço entre 4 paredes, pertence apenas a duas pessoas.

    ResponderExcluir
  19. Nem quero comentar; vim aqui pra relaxar e fiquei "'mal, muito mal...
    Esse texto veio do fundo da 'alma*
    Eta!
    Lembrei da Sandy...é possível sentir prazer e blá blá blá...
    Ai!

    Tchauzinho...

    ResponderExcluir
  20. O que rola ou não entre quatro paredes interessa apenas para quem está lá dentro... acho que outras pessoas não tem que participar mesmo que seja apenas escutando...

    Intimidade já está explicito na palavra, é íntimo e portanto individual de cada pessoa.

    ResponderExcluir
  21. Olá, vim lhe desejar um ótimo final de semana e uma semana proveitosa, – cheia de paz e plena de realizações!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  22. Como sempre voce foi feliz em cronizar um assunto dito tabu com naturalidade moral peculiar as pessoas resolvidas maduras de pensamento não retrogrado e sim que sabe o que avida existencial oferece, magnífica exposição.

    ResponderExcluir
  23. Meu patrao, na politica , usam um proverbio que diz que com KY e jeito, se enraba qualquer sujeito.
    Se ela vira ou não vira na cama, depende unica e exclusivamente do Jeito, (áh e do KY tambem, esse é fundamental), mas sem "jeito", nao se consegue nada nao, rsrs
    Já dizia o poeta, " O apressado come crú...com "R", nao pode ter pressa se quiser tirar esse "R" daí; rrsrsr...Abraços.

    ResponderExcluir

Que bom que veio, fique a vontade o quanto desejar.
Se apenas leem eu gosto. Mas se comentam eu adoro!
Volte sempre para o abraço entre sonhos e delírios
Catiaho Alc/Reflexo dAlma
CONFIRAM MEUS OUTROS BLOGS
http://reflexodalma.blogspot.com/
http://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com/
http://eunoseossinos.blogspot.com.br/
http://refletindosobrealimentacao.blogspot.com/
http://reflexotrocandoimpressoes.blogspot.com.br/
http://catiahoalcseloparceriapoesia.blogspot.com.br/
http://frasesemreflexos.blogspot.com.br/

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!

Venho aqui e Olho pro amanhã dessa forma: com ALEGRIA!
Já caminhei muito tempo sem me dar conta do quanto é importante o que eu sei, quero e posso. Passei muio tempo dando prioridade a todos ao meu redor. Daqui pra frente meu olhar obedece a uma nova perspectiva, pois minha palavra de ordem é ALEGRIA.Não quero e não vou viver mais um segundo sem esse ingrediente essencial.. Experimentem e depois de contem o resultado. CatiahoAlc, terça feira 05 de janeiro de 2015

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...

Eu sempre entre meus sonhos realizados e meus delírios incessantes...